49% DAS NOTAS FISCAIS ELETRÔNICAS AINDA SÃO EMITIDAS NA VERSÃO ANTIGA   

 

Um levantamento realizado pelo Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), no dia 20 de julho de 2018, indicou que 49% das notas fiscais eletrônicas ainda utilizam a versão 3.10. De acordo com Tibério César Valcanaia, diretor técnico da Inventti, uma das primeiras a implantarem a NF-e 4.0, qualquer empresa que usa um emissor confiável pode realizar a mudança sem sofrer qualquer tipo de problema. 

“As mudanças são praticamente todas técnicas. Se a empresa usa um emissor atualizado e confiável, não deve apresentar problemas. Entretanto, se não for feita a migração para a NF-e 4.0, não será possível emitir notas fiscais, o que significa que estará operando de maneira ilegal e com isso, sujeita à multas e punições do Fisco”, explica. 

Para as empresas que não atualizarem o sistema, será impossível a emissão da nota fiscal eletrônica. Ainda assim, caso a NF-e não for emitida, a empresa pode ser multada por desobrigação com a legislação.  Segundo os especialistas do portal ItFórum, pouca coisa foi alterada no processo, a não ser no setor de alimentos, que ganhou um campo adicional para informação. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *