BANCO DO BRASIL LANÇA SISTEMA DE MAQUININHAS

Depois do Bradesco foi a vez do Banco do Brasil (BB) lançar na quinta-feira (10.05) seu próprio sistema de maquininhas de pagamentos. A instituição financeira estará atuando em parceria com a Cielo e pretende comercializar 125 mil dispositivos até o fim do ano. 

O BB começou a trabalhar com essa possibilidade no início de janeiro deste ano, a ideia cresceu ainda mais quando a entidade viu seu faturamento subir 20,3% nos três primeiros meses. Paulo Caffarelli, presidente da instituição, afirmou que a medida será muito positiva a médio e longo prazo tanto para o banco quanto para os clientes. “A Cielo está no jogo para ganhar. Estamos nos adaptando aos tempos modernos, mas estamos no jogo para ganhar. Nossos clientes poderão contar com as máquinas e já sair com elas das agências”, comenta. 

O objetivo da realização é ampliar a gama de fontes de receita do banco, retendo uma parte da taxa de pagamento cobradas pelo uso da maquininha. Marcelo Labuto, vice-presidente de negócio de varejo do BB, explica que essa é uma novidade que está sendo lançada como uma forma de fortalecer os laços da instituição financeira com os clientes através da oferta de uma tecnologia de qualidade. “Quando a gente trabalha com pessoa jurídica, e importante deter o fluxo de caixa das empresas dentro do banco, para que a gente consiga desenvolver melhores produtos, soluções de crédito e para que a gente possa atender melhor esses segmentos”, pontua. 

A expectativa é de que o banco aumente, ao fim de 2018, de 30% para 40% a parcela de lucro ajustado que será distribuído entre os acionistas. Em um primeiro momento, segundo Labuto, os correntistas ou portadores de cartões do BB não terão nenhum tipo de benefício por usar a tecnologia. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *