BANCOS DIMINUEM TAXAS DE JUROS DO CRÉDITO CONSIGNADO

As disputas de mercado entre Itaú e Bradesco estão fazendo as taxas de juros referentes ao crédito consignado baixarem. Apenas uma semana após o Itaú anunciar que iria cobrar menos de aposentados e pensionistas, o Bradesco informou que também reduziria os juros para a mesma modalidade. 

De acordo com dados do Banco Central (BC) a média de juros cobradas pelo Itaú no crédito consignado nesse ano passaram de 36,6% para 32,2% e as do Bradesco que eram de 25,4% um ano antes, baixaram para 22% no início de maio. Essa disputa tem objetivo de buscar uma liderança em um dos mercados mais cobiçados pelas instituições financeiras em pleno aquecimento econômico, isso porque esse tipo de empréstimo é considerado de mais qualidade já que mais confere mais segurança ao credor. 

Nesse cenário, estatísticas divulgadas pelo BC recentemente revelam que as taxas médias de juros do crédito consignado baixaram 3,2% nos últimos doze meses, ficando em 26,1% em março, quando o saldo total somou R$ 317,2 bilhões. Com isso, o Bradesco liderou o mercado pela primeira vez desde 2017, totalizou R$ 45,3 bilhões em crédito consignado enquanto o Itaú terminou o mês de março em R$ 44,7 bilhões. 

Segundo o secretário de Planejamento e Assuntos Econômicos (Seplan) do Ministério do Planejamento, Júlio Alexandre, essa competição pode ser considerada saudável, o que é condizente com um crédito de boa qualidade e fortes garantias. Ele revela que essa é uma pauta que tem prioridade governamental, impulsionando o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para impulsionar o consignado no setor privado, o que daria mais estabilidade ao trabalhador que tem menos garantias no emprego porque parte da aplicação no fundo seria usada como garantia para os empréstimos. 

“Estamos discutindo com a Caixa, que é o operador do FGTS, e com representantes do setor bancário, e esperamos encaminhar uma decisão ainda neste ano”, conclui

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *