BNDES APROVA DEVOLUÇÃO DE R$ 30 BILHÕES AO TESOURO

O conselho de administração do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) aprovou na semana passada a devolução antecipada de R$ 30 bilhões para o Tesouro Nacional, de acordo com informações divulgadas pelo Estadão/Broadcast. A quantia faz parte dos R$ 130 bilhões prometidos pelo BNDES para o governo visando o cumprimento da chamada “regra de ouro”. 

A regra de ouro do Orçamento impede a criação de dívidas para pagar contas correntes do governo como salários e benefícios previdenciários. Sendo assim, o banco de fomento havia prometido destinar o valor para o Tesouro Nacional, sendo que R$ 30 bilhões foram pagos no início do ano e os outros R$ 70 bilhões devem ser repassados em parcelas nos meses de julho e agosto. 

A violação da regra se configura como crime de responsabilidade do presidente Michel Temer, o que seria passível de punições como o impeachment, por exemplo. Por esse motivo, a avaliação dos economistas é de que o governo possa tomar medidas desse tipo para evitar ao máximo a emissão de dividias.  

De acordo com Mansueto Almeida, secretário do Tesouro, a medida é boa para as duas partes, por facilita a vida do governo e diminui a dívida do BNDES com a União.  “Entre 2040 e 2045, o BNDES terá pago totalmente sua dívida com o governo”, conclui. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *