BOICOTE: O QUE ACONTECEU NO CASO SANTANDER? – por Guilherme Benezra

Eu ia ficar quieto sobre o caso Santander, mas tem certas opiniões que não consigo entender. Não estou particularmente preocupado quanto ao uso do dinheiro da Lei Rouanet, sabemos que esse dinheiro sempre foi usado, majoritariamente, para financiar qualquer porcaria. Esse foi somente mais um dos casos em que isso ocorreu. A solução? Encerrar essa porcaria que financia artistas e grandes empresas amigas do governo. Curiosamente, mesmo os principais receptores sendo grandes capitalistas ou milionários, parece que a esquerda defende veemente esse fundo, afinal o dinheiro é usado em sua agenda. Mas vamos ao que interessa.

Vejo o termo censura ser usado amplamente, não somente pelos blogs de esquerda, mas de maneira curiosa pelos Liberais. Censura é o que a esquerda tem feito nas últimas décadas, ou seja, o uso do poder político para cercear a opinião alheia, através de processos, multas e proibições de tudo aquilo que eles não gostam.

O que aconteceu no caso Santander? A Sociedade Civil, pessoas normais, sentiram que a sua fé foi ofendida e optaram por reclamar. Eles fizeram piquetes como a esquerda faz? Que eu saiba, não. Eles proibiram a entrada com a esquerda faz? Não. Eles proibiram legalmente a exposição como a esquerda faz? Não. Então o que eles fizeram? Reclamaram em redes sociais, fizeram um evento na frente do local reclamando (sem proibir a entrada das pessoas) e pediram o boicote ao Santander. Então, o que eles fizeram de errado? Não faço ideia. Eles usaram de ferramentas democráticas para expressar seu ponto de vista e o banco, com medo do boicote de seus clientes, encerrou a exposição. Que eu saiba, nunca foi feita uma proibição legal ou algum tipo de processo, atitude comum na esquerda. Se a atitude dos conservadores ou religiosos foi ‘’hipócrita’’ ou não pouco me interessa. Eles têm o direito de reclamar.

Não me assusta que a esquerda esteja reclamando da dita ‘’censura’’. A verdade é irrelevante para eles, sempre foi. Mas francamente não consigo entender porque os liberais estão usando a mesma linguagem que a esquerda para atacar um movimento civil que usou de ferramentas do próprio ‘’livre mercado’’ (o boicote) para expor seu ponto. Se o Santander sofrer um processo, podem ter certeza que não teria problemas em defender o banco. Todos têm o direito de fazer e falar merda. Mas enquanto isso não ocorrer, não consigo ver lógica nenhuma no posicionamento de alguns liberais.

Já aproveitando, as chamadas dos principais jornais estão vergonhosas. A mídia tradicional tem 0% de credibilidade em qualquer assunto, como já vimos nós últimos anos. A única que parece estar bem no momento é a Gazeta do Povo.

(Guilherme Benezra é administrador de empresas e ex-presidente do Instituto Atlantos)

7 comentários em “BOICOTE: O QUE ACONTECEU NO CASO SANTANDER? – por Guilherme Benezra

  • Muito coerente seu ponto de vista. A liberdade tão defendida pela esquerda é para todos. Chega a ser infantil os argumentos mencionando censura, parece criança que diz não querer brincar mais. Acho que a sociedade cansou de muitas coisas e está encontrando voz para se manifestar.

    Resposta
  • Comentário super sensato com conteúdo, a grande maioria dos brasileiros já enchet o saco de ter que engolir os lixos da esquerda

    Resposta
  • Comentário super sensato com conteúdo, a grande maioria dos brasileiros já enchet o saco de ter que engolir os lixos da esquerda

    Resposta
  • Bem equilibrado, expressou uma realidade “estarmos cansados de manipulações. Não estamos aguentando mais.

    Resposta
  • Parabéns pelas colocações feitas, sabemos que não existe nada menos ditatorial do que os afeicionados representantes dos partidos de esquerda. Falo isso por ter sido filiado em dois.
    Se sentem acima da lei e da verdade, e não aceitam serem contestados e buscam impor suas convicções e seus interesses pessoais.
    A mídia brasileira está podre, cheira muito mal e todos sabem, e é através dela que tentam destruir o que nos resta ainda de civilização consciente e sadia. Entram por dentro das nossas casa e fazem de tudo para destruir os valores da família, que tem que ser respeitado, e a mídia não pode ser ofensiva e imoral, sob o pretexto de igualdade de direitos.
    Sabemos e temos consciência de que todos tem o direito de agir como bem entender, esse direito já vem de Deus, quando ele deu a todos o livre arbítrio.
    Agora impor que esse livre arbítrio se veja cerceado na sua liberdade de escolha livre sem pressão é atitude grotesca de imposição obrigatória. Esses tipos de atitude em países comunistas, sabemos ser combatidos logo que assumem o poder.

    Resposta
  • Pingback: A linha tênue entre o boicote e a liberdade – Blog Transporte Libertário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter