BRASIL É UM DOS ÚLTIMOS EM RANKING DE AUTOMAÇÃO   

 

Um levantamento produzido pela Federação Internacional de Robótica (IFR) mostrou que o Brasil figura no 39º lugar no ranking de países que mais usam a automação em suas empresas. A lista, que contém 44 países, é liderada pela Coreia do Sul. 

Os dados apontam que o Brasil possui uma média de dez robôs a cada 10 mil trabalhadores, sendo que o dado global é de 74 e a média da Coreia do Sul chega a 631. Na ponta do ranking figuram também a Singapura (488) e a Alemanha (309). 

De acordo com Fernando Madani, coordenador do curso de engenharia de controle e automação do Instituto Mauá de Tecnologia, as empresas brasileiras estão perdendo competitividade a nível mundial. Segundo ele, os empregos perdidos com a automação não se comparam com o que pode acontecer caso ela não seja adotada. 

“Existe o medo da perda de empregos que a automação traria. Mas, se não formos mais eficientes, vamos perder todos os empregos. Um robô não é mais tão caro, é possível comprar muitos deles pelo preço de um carro premium, de R$ 300 mil”, comenta. 

Nesse cenário, José Rizzo, presidente da Pollux, diz que esperava mais sobre o avanço dos robôs no Brasil. Para ele, o barateamento da tecnologia e o alto custo da mão de obra poderia fazer com que a automação se propagasse com mais intensidade. “Se não mudarmos nossa realidade, nem em cem anos tiraremos o atraso”, finaliza. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *