PORQUE OS “IRMÃOS ESLEY” DA JBS PODEM SER PRESOS – por Luiz Marcelo Berger

Ao assumir riscos suicidas os “Esley Brothers” abriram a caixa de pandora das consequências imprevisíveis. Uma destas é não ter como controlar eventos fora do âmbito do jogo que estavam jogando na delação. Podemos esperar que entre os próximos movimentos estará um mandato de prisão internacional…

Ler mais

A PÉSSIMA LEI DE IMIGRAÇÃO E A MANIPULAÇÃO DA MÍDIA – por Felipe Pedri

Não existe fluxo de ideias saudáveis sem uma imprensa verdadeira e livre. Ontem mais uma vez tivemos o exemplo de como se constrói uma pós-verdade (termo da moda). Uma passeata contra a nova Lei de Imigração feita pela Direita São Paulo, foi atacada, por um grupo de esquerdistas e refugiados palestinos e sírios…

Ler mais

UMA GREVE FAKE – por Diego Casagrande

Um amigo meu disse que greve é como sexo: se tem que ser na base da força, na marra, é porque não deve acontecer. Pois é. Foi exatamente o que presenciamos na última sexta-feira. A agressividade do sindicalismo brasileiro se explica como síndrome de abstinência antecipada. A reforma trabalhista prevê muitos avanços, incluindo o fim do Imposto Sindical obrigatório. A fonte vai secar.

Ler mais

O VOTO DO MINISTRO GILMAR MENDES FOI UM DEBOCHE – por José Antonio Rosa

O voto do ministro Gilmar Mendes foi um deboche com as pessoas inocentes que morreram vítimas da violência.

Foi um deboche com os doentes que padecem e morrem como animais abandonados nas filas do SUS e hospitais públicos.

Foi um deboche com os milhões de brasileiros que retornaram para a linha da miséria e da pobreza.

Ler mais

A CULTURA DO TRABALHO – por Diego Casagrande

Tenho visto a desolação dos jovens filhos de amigos que voltam ao Brasil depois de um tempo no exterior. Lá eles aprendem o que é ganhar seu próprio dinheiro, ter poder de compra, fazer suas escolhas, ser independente. Daí retornam e não conseguem trabalho. Os que nunca saíram não fazem ideia. É consequência natural de um país que não tem liberdade econômica. Além de difícil e arriscado contratar, não existe a cultura de pagar por hora ou por tarefas. O protecionismo de uma legislação fascista ferrou com as oportunidades, liquidou com o trabalho…

Ler mais
Página 3 de 41234

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter