CRIADOR DO FACEBOOK SE EXPLICA SOBRE VAZAMENTO DE DADOS

Marck Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, finalmente se manifestou sobre os vazamentos de dados da rede social para a empresa Cambridge Analityca. Na ocasião a empresa de inteligência teria recebido de forma irregular e ilícita os dados pessoais de mais de 50 milhões de perfis da rede social com o intuito de criar campanhas de marketing digital para influenciar nas eleições que elegeram Donald Trump nos Estados Unidos.

O suposto vazamento causou tamanha repercussão na internet que, em menos de meia hora, o comunicado de Zuckerberg na própria rede social já contabilizava 4 mil reações e mais de 700 comentários. Em seu longo texto, o criador do Facebook admitiu a existência erros na plataforma. “A boa notícia é que as ações mais importantes para evitar que esta situação volte a acontecer hoje, já foram tomadas há anos. Mas também cometemos erros, há mais a se fazer”, afirma.

O post de Mark Zuckerberg, além de trazer um pedido de desculpas e uma promessa de investigação e solução do problema, traz uma linha do tempo explicando as mudanças na sua política de privacidade e o relacionamento com a Cambridge Analityca. De acordo com ele, uma alteração foi feita no sistema do Facebook a fim de proteger melhor os dados dos usuários e seus amigos. “Primeiro, vamos investigar todos os aplicativos que tiveram acesso à informação antes de mudarmos nossa plataforma, e vamos investigar qualquer aplicativo com atividade suspeita”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *