DEFESA DE LULA DESISTE DE PEDIDO DE LIBERDADE   

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desistiu de um pedido de liberdade que tramitava no Supremo Tribunal Federal (STF). A estratégia é evitar que o STF discuta a ação antes que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decida sobre a impugnação ou não da candidatura de Lula. 

“De qualquer forma, diante do mistifório entre a pretensão de liberdade plena do Requerente que foi efetivamente deduzida nestes autos e a discussão em torno dos seus direitos políticos — imprevistamente colocada em ribalta (art. 26-C da Lei Complementar nº 64/90) —, a Defesa do Requerente desiste do feito sem prejuízo de eventual renovação oportuno tempore”, dizem os advogados. 

A medida foi tomada pela defesa depois que o relator da Lava Jato no Supremo, Edson Fachin, pediu celeridade ao caso por se tratar de um assunto urgente, visto que as eleições estão se aproximando. Os advogados, no entanto, reclamam de uma confusão causada no decorrer do processo. 

De acordo com a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, Lula abre mão da liberdade para tentar sua candidatura. “Ele abre mão de pedir a liberdade pelo compromisso que tem com o País e com sua dignidade. Ele não aceita a chicana que foi feita em razão desse recurso de se levar ao Pleno do Supremo a antecipação do pedido de retirar sua candidatura ou impedir o registro”, conclui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *