DEFESA DE LULA PEDE PRISÃO DOMICILIAR  

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que ocorra uma mudança em sua pena, passando de regime fechado para domiciliar. A medida é um segunda alternativa para o caso de Lula ter o seu pedido de liberdade negado até o fim do julgamento. 

Os advogados de Lula alegam que existem grandes chances da ação ser revertida nos tribunais superiores e, caso isso aconteça, ninguém será capaz de reparar o dano causado ao ex-presidente. Além disso, a defesa quer que seja aplicado um recurso extraordinário no STF que permita o uso do efeito suspensivo no caso, assim Lula estaria solto e apto a concorrer nas eleições de outubro, sendo que o pedido inicial não incluía a prisão domiciliar. 

Lula foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O petista aguarda agora o envio do pedido pelo TRF4 para os ministros da Segunda Turma do STF, Edson Fachin (relator), Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Celso de Mello. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *