DÉFICITS DE COMPETÊNCIAS SUSPENDERÃO 75% DOS NEGÓCIOS ATÉ 2020

Um levantamento realizado pela Gartner aponta que déficits de competências de Infraestrutura e Operações (I&O) serão responsáveis por 75% das rupturas de negócios até 2020. A empresa, que atua mundialmente no âmbito de pesquisas e aconselhamentos na área de tecnologia, prevê que as contratações de especialistas da área de Tecnologia da Informação (TI) reduzirão 5% até 2019 e que, até 2021, 40% desempenhará múltiplas funções.

A previsão é de que empresas bem-sucedidas na utilização de I&O tenham de implementar papéis e tecnologias amplamente diferentes em apenas cinco anos. Segundo Hank Marquis, Diretor de Pesquisas da Gartner, muitas sequer possuem um inventário listando as competências de sua equipe de TI, “Em vez de focar em ‘o que’ geram os trabalhos de I&O, como conhecimento, educação e treinamento técnico, os líderes de I&O precisam mudar seu foco para ‘como’, analisando as competências comportamentais necessárias”, afirma.

A Gartner garante também que 99 % das iniciativas de Inteligência Artificial (IA) em gerenciamento de serviços de TI falharão até 2020 devido a precariedade na gestão de conhecimento. Chris Matchett, Principal Analista de Pesquisas na Gartner, afirma que um chatbot ou agente de suporte virtual (VSA) só pode fornecer respostas inteligente se for baseado em dados predefinidos e aperfeiçoados. “Líderes de I&O responsáveis pelo service desk de TI procuram explorar isso para otimizar suporte de TI, mas nem a tecnologia, nem o ambiente de trabalho está realmente pronto para depender de agentes virtuais”, pontua.

A empresa recomenda extremo cuidado na implementação de chatbot ou de VSA. Segundo a Gartner, é preciso criar uma base de conhecimento sólida e utilizar a lógica para coletar o retorno do usuário e identificar a relevância das respostas de conhecimento, bem como para impedir erros de conversação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *