DESCONTO NO DIESEL CUSTARÁ R$ 10 BI AOS COFRES, DIZ MARUN

O Ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun afirmou, no domingo (27.05) que as medidas tomadas pelo governo para cessar a greve dos caminhoneiros custarão R$ 10 bilhões aos cofres públicos. Esse recurso será catalogado e irá sair do Tesouro Nacional. 

Dentre as soluções apontadas pelo governo está a redução de R$ 0,46 no preço do diesel, valor dentro do proposto pelos caminhoneiros, por 60 dias, o dobro de tempo antes oferecido pelo presidente Michel Temer. Marun informa que após esse período os reajustes serão mensais e que negociações juntamente com a Petrobrás foram feitas para conseguir esse desconto por tempo determinado, 

“Estamos na verdade dando um desconto no valor do óleo diesel equivalente ao somatório da Cide e do PIS/Cofins, e vamos criar um crédito extraordinário, as fontes estão sendo detalhadas, para que possamos juntamente à Petrobrás, garantir esse benefício aos caminhoneiros, ao sistema de transporte público, à economia brasileira que depende muito do óleo diesel”, explica. 

Uma das principais preocupações dos manifestantes era de que os postos de combustível, se quisessem, manteriam os valores anteriores à paralisação e não deixariam que o desconto chegasse as bombas. Quanto a isso o ministro foi categórico. “A redução vai chegar às bombas. O Procon está inclusive editando medida e vai fazer fiscalização no sentido de que o nosso objetivo, de que essa redução chegue ao tanque do caminhoneiro se torne realidade”, finaliza. 

(Equipe do Site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *