Doria, mais um tucano ingênuo, quer Lula concorrendo em 2018

Em um brunch promovido pelo Instituto Ling neste domingo em NY, o prefeito de São Paulo defendeu as reformas trabalhista e da previdência, disse que tem como prioridade “governar para os mais pobres e mais humildes”, negou novamente que concorrerá à Presidência da República e chamou Lula de “mentiroso” e “covarde que usa a imagem da esposa morta para justificar o injustificável”.

Doria tem razão, sobretudo em relação ao que Lula é, mas erra feio ao tentar emplacar o discurso de que Lula tem é de perder nas urnas. Leia abaixo o que ele disse.

“Sem perder evidentemente a dimensão e a importância da Operação Lava Jato. Entre a definição judicial que está neste momento sob a égide deste herói brasileiro, a meu ver, que é Sérgio Moro (…) “Porque nós temos que demonstrar a este homem que a nação brasileira não quer o Lula de volta. Não é a elite brasileira, nem o juiz Sérgio Moro, nem o Judiciário. Ali ele terá o julgamento que merece pelos cinco crimes aos quais já está indiciado e outros que virão. Mas por uma decisão soberana e democrática do povo brasileiro. Esta é a melhor decisão. Porque aí não teremos mais vítimas. Não teremos mais alguém para depois vir aqui em NY, Harvard e Boston para dizer ‘o impeachment foi uma farsa, um golpe’. Ou ‘a prisão e condenação do Lula foi um golpe para evitar que ele pudesse disputar a eleição. Não! Dispute a eleição. E perca no voto. E perca para o povo brasileiro!”

Julgamento que merece? Você está brincando Doria? Ingenuidade ou o quê? O julgamento que Lula merece é o que pegaria 99% dos brasileiros: o da lei, o da condenação judicial, o da restrição de liberdade. Lula tem é de se ver com a Justiça antes de qualquer coisa. Disputar eleição é coisa para cidadãos ficha limpa. Se Lula estiver sujo, o que é bem provável, nada de conceder a ele benefícios de padrão tucano. Como um cidadão comum, deixemos que a Justiça julgue seus crimes – que não são poucos – e que venha daí a consequência.

Um episódio marcante da história brasileira na década passada mostra que os tucanos, por mais que xinguem os petistas, foram os grandes responsáveis pela sobrevivência política de Lula no Mensalão.

Vamos relembrar.

Lembram do Mensalão? Quando em 2005 o publicitário Duda Mendonça declarou na CPI dos Correios ter recebido pagamentos secretos de campanha petista em contas no exterior, estava armada a possibilidade do impeachment de Lula. À época, o então presidente tinha cerca de 35% de aprovação apenas e o escândalo de roubalheira do Mensalão vinha derretendo o governo do PT. Eis que surge o salvador da pátria: Fernando Henrique Cardoso. Foi FHC o responsável por puxar o freio e impedir que o PSDB, então a mais representativa bancada de oposição, tomasse a dianteira do impeachment. Apesar de um crime gravíssimo ter se tornado público, o país viu o acadelamento do PSDB. O silêncio dos tucanos permitiu que Lula sobrevivesse.

O resto da história todos conhecemos.

(Abaixo a íntegra do discurso de Doria)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter