E AÍ, FEZ A DECLARAÇÃO DE RENDA? NÃO FIQUE PUTO… – por Adriano Gianturco

E aí, fez a declaração de renda? Não fique puto, afinal sem impostos…

Não haveria leilões com superfaturamento.

Os garçons do senado ganhariam quanto um garçom normal.

Não haveria empresas estatais das quais roubar.

Os pobres não poderiam se sacrificar para financiar ricos empresários amigos do Príncipe (via BNDES).

Não poderia financiar as ditaduras em Cuba, Angola, Venezuela, Zimbabwe, Congo, Guiné Equatorial e Gabão.

Não haveria como aumentar o Fundo Partidário em 384%.

O governo não teria dinheiro para fazer propaganda na mídia para calá-la.

Você não estaria mantendo militantes fantasiados de professores na escola de seu filho, sindicalistas, Fiesp, Fiemg, Ibama, Funai, Procon, etc.

Os funcionários do regime (empregados estatais) não ganhariam tanto ao ponto de ser tão descolados​ da realidade.

Não haveria como roubar a merenda escolar.

Não haveria bancos estatais (Caixa, Banco do Brasil, BNDES, BDMG, Banco do Nordeste) em pleno século XXI.

Não haveria como subtrair 60-70% do dinheiro dos pobres.

Não haveria como tirar dinheiro dos pobres ao ponto de impedi-los de ter plano de saúde e escola privada.

Não haveria como fazer prisões estatais tão ruins que só reforçam o crime organizado.

Os jovens iriam trabalhar no setor produtivo.

O governo não conseguiria gastar mais do que arrecada fazendo dívida em seu nome.

Os vereadores municipais não poderiam ter entre 21 assessores, 2 motoristas e 2 carros, gabinete, computador, plano de saúde, verba para a correspondência, etc.

Não haveria como fazer a guerra às drogas e entregar o monopólio à criminalidade.

Não haveria como jogar tanto dinheiro fora com Olimpíada e Copa do Mundo ao ponto de conseguir perder dinheiro com estes mega-eventos.

Não haveria Brasília.

(Adriano Gianturco é cientista político e professor no Ibmec em Belo Horizonte)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter