ECONOMISTA DIZ QUE REFORMA DA PREVIDÊNCIA EVITARÁ COLAPSO DOS ESTADOS

O economista Paulo Tafner, Especialista em Previdência, afirmou que a reforma efetiva do sistema previdenciário brasileiro é necessária para evitar colapso dos estados. Ele, que coordena uma proposta de reforma entregue ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) juntamente com Armínio Fraga, concedeu uma entrevista para o jornal Estadão.

De acordo com Tafner, as contribuições nos Estados variam entre 11% e 14%, quando afirma que não deveria ter uma soma superior a 22%. “Se hoje temos alguns servidores com salários atrasados, (no futuro) serão todos os servidores. Todos os governadores e prefeitos de capitais e grandes cidades vão passar por isso”, comenta.

Na sua proposta, a idade mínima para a iniciativa privada iniciaria em 53 anos para mulheres e 55 anos para homens, e aumentaria com o tempo até chegar a 65 anos para ambos. Para servidores públicos, trabalhadores rurais e professores o sistema de início seria diferente, mas chegaria também aos 65.

Segundo o economista Pedro Nery, consultor do Senado e um dos especialistas que colaboraram para o projeto. “aprovar uma reforma grande é um presente para os novos governadores, muitos não conseguem sequer elevar alíquota de servidores”.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *