FAKE NEWS DISSEMINADAS VIA WHATSAPP PREJUDICARAM ELEIÇÕES MEXICANAS 

A disseminação de notícias falsas via WhatsApp foram a maior preocupação durante o período que antecedeu as eleições mexicanas que foram realizadas no dia 1º de julho. O maior número de fake news se referiam ao candidato à presidência que estava na frente nas pesquisas de intenção de voto, Andrés Manuel López Obrador, do Movimiento de Regeneración Nacional (Morena). 

De acordo com Maurício Moura, fundador da Ideia Big Data, que foi responsável por realizar uma série de pesquisas opinativas no México, as noticiais falsas difundidas através da internet espalhavam boatos relacionados com supostas denúncias em primeira mão, declarações fajutas, difamações de candidatos ou notícias que a imprensa estaria escondendo do público. Ele afirma que esse cenário é um alerta para as eleições presidenciais de outubro que acontecerão no Brasil, que tem características muito parecidas com o México. 

“O debate político no WhatsApp é um fenômeno muito latino-americano. Os países desenvolvidos, como os Estados Unidos, usam pouco o app. Já no Brasil e no México, o conteúdo político é muito compartilhado na plataforma, principalmente nos grupos”, explica.  

A pesquisa “Futuro Digital Global” indicou que tanto no Brasil quanto no México o WhatsApp é o aplicativo de maior alcance entre as pessoas, sendo que em ambos os países cerca de 60% da população utiliza o aplicativo de conversa. Com base nesses dados, Moura acredita que o combate às fake news também será um grande desafio para os coordenadores das campanhas de políticos que concorrerão, sobretudo, ao cargo de presidente da República.  

“Assim como no México, acredito que o Brasil vai passar pelas eleições com uma maré de fake news no WhatsApp muito forte”, avalia. 

Ele lembra também que combater as notícias falsas que se espalham pelo WhatsApp é uma tarefa muito mais complicada do que quando elas são disseminadas através do Facebook, por exemplo. Segundo ele, isso acontece porque o conteúdo das mensagens vai direto de um usuário para outro, em um diálogo criptografado, o que impede que o aplicativo tenha conhecimento sobre o que é compartilhado e quantas pessoas recebem essa informação. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *