GASTOS COM PREVIDÊNCIA CRESCERAM 111% DESDE 2015

Os gastos dos Estados com a Previdência de servidores aumentaram 111% entre 2005 e 2018, índice bem maior do que o crescimento econômico do País no período, que foi de 28%. O levantamento, que foi realizado pelo economista Raul Velloso, indicou que as despesas previdenciárias de servidores públicos são maiores do que o déficit gerado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que representa a aposentadoria dos funcionários do setor privado. 

O estudo foi baseado em informações prestadas pelos Governos Estaduais ao Ministério da Fazenda e mostrou que Sergipe, Piauí e Santa Catarina foram os que mais desembolsaram com a Previdência. Segundo o economista, apenas em Sergipe os gastos que eram de R$ 278 milhões em 2005, passaram para R$ 1.5 bilhão em 2016, o que significa um aumento de 456%. “Mesmo não tivéssemos tido a recessão, estaríamos em situação explosiva. A crise veio agravar fortemente uma situação que já era ruim”, explica. 

Para Velloso o principal fator responsável pelo rombo previdenciário é o envelhecimento da população já que não apenas gera um aumento no número de aposentados como também faz crescer o tempo que eles receberão o benefício. De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, o sistema atende atualmente 4,7 milhões de servidores estaduais, 2,7 milhões de funcionários ativos e 2 milhões de aposentados e pensionistas. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *