GOVERNO QUER CRIAR “SEGURO” PARA BAIXAR O PREÇO DO GÁS E DA GASOLINA

O Governo Federal anunciou que está trabalhando na criação de uma espécie de seguro para conseguir baratear o preço da gasolina e do gás ao consumidor final sem precisar alterar a política de preços da Petrobrás.  A alternativa envolve um pacto com todos os governadores para que eles reduzam o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o preço para o consumidor. 

Com a ideia posta em prática, o governo estimaria um valor médio para a cotação do barril de petróleo, após isso, seria usado um sistema diferente de tributação, que faria compensações para cima e para baixo, dependendo da variação do preço que foi estipulado para o Produto. O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, comentou sobre uma alternativa em que a política de preços do governo e da empresa sejam diferentes um do outro. 

“Não há incompatibilidade entre o governo ter uma política de preços para os combustíveis e as empresas terem a dela. Isso é o que se faz no mundo todo. As empresas competem no mercado e cuidam dos seus resultados, mas o governo cuida das pessoas. O que precisamos é garantir previsibilidade para que todos possam se organizar”, disse. 

O ministro ainda afirma que a redução de R$ 0,46 no litro do diesel e o congelamento do preço do combustível por 60 dias não é suficiente para atender o pedido da população e defende uma atitude “de maior envergadura” por parte do governo. Contudo, o Planalto se refere ao novo projeto como um “plano de transição” que pode ser adotado ou não pelo próximo presidente. 

No último sábado (02.06), a Petrobrás divulgou um novo aumento no preço da gasolina nas refinarias, passando de R$ 1,9671 para R$ 2,0113. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *