HADDAD VIRA RÉU EM PROCESSO DE CICLOVIA   

 

O Candidato a vice na chapa do PT à Presidência da República, o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad, virou réu em uma ação por improbidade administrativa. No processo, o Ministério Público (MP) de São Paulo pede a cassação de Haddad por suposto prejuízo de R$ 5,2 milhões aos cofres da Prefeitura com a construção de uma ciclovia. 

De acordo com o MP a construção do trecho de 12,4 km da ciclovia Ceagesp-Ibirapuera, que custou um total de R$ 54,78 milhões, teve o preço superfaturado e não foi feito com a devida licitação, além de não contar com projeto executivo. Os promotores Marcelo Milani e Nelson Sampaio afirmaram que cada quilômetro da ciclovia feito por Haddad custou cerca de 613% a mais do que foi gasto pelo seu antecessor, Gilberto Kassab (PSD). 

“Como decorrência de sua fixação, como meta de governo, de implantar a todo custo e o mais rapidamente possível as ciclovias na cidade de São Paulo, mesmo que ao arrepio da legislação vigente e de modo a causar prejuízo ao erário”, dizem os promotores. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *