LASER QUE ALTERA TRANSMISSÃO DE DADOS PODE AUMENTAR SEGURANÇA NA INTERNET

Uma nova tecnologia que utiliza um laser para alterar o padrão de transmissão de dados por fibra óptica promete melhorar a segurança da navegação pela internet. Essa solução foi inventada fez parte da tese de doutorado por Thiago Raddo, ex-aluno da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da Universidade de São Paulo (USP), com objetivo de dificultar os cibercrimes, sobretudo o ransomware.  

Esse projeto levou em consideração o funcionamento das fibras ópticas, que são uma das tecnologias que mais se destacam no mercado nacional de telecomunicações. O pesquisador explica que sua ideia foi modificar o padrão de luz que percorre as fibras óticas, o tornando imprevisível. “A partir do momento que um sinal de luz desordenado é usado para transmissão de dados, se torna muito mais difícil um usuário não autorizado ou um espião ter acesso à informação que está sendo enviada ao destinatário”, destaca ele. 

Para conseguir desordenar o padrão de transmissão de dados, o laser deve receber a aplicação de uma força mecânica externa através do revestimento de um suporte de alumínio que, ao invés de proteger a fibra ótica, exerce uma pressão sobre ela. Raddo salienta que a maior vantagem dessa solução é que ela tem baixo custo e pode ser facilmente replicada. “O laser atua sem nenhum aparato complexo ou qualquer tipo de realimentação óptica. Isso é inédito na ciência atual”, afirma. 

A tese denominada ” Redes de acesso de próxima geração: sistemas OCDMA flexíveis e fontes VCSEL caóticas de baixo custo para comunicações seguras” foi publicada na revista Scientific Reports, que pertence ao grupo Nature. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *