LULA PEDE “CORRETIVO” EM MANIFESTANTE QUE JOGOU OVOS EM SC

Depois da reação que provocou no Rio Grande do Sul, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva foi novamente alvo de manifestantes, que desta vez jogaram ovos em seu palanque durante ato realizado na noite do domingo, 26.03, em São Miguel do Oeste, Santa Catarina. As ovadas começaram durante a fala da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e vieram de um prédio próximo ao palco.

Os manifestantes já haviam jogado ovos e pedras durante a chegada da caravana ao município, chegando a trincar os vidros de dois ônibus. Lula exigiu que a Polícia Militar reprimisse a manifestação. “Canalha não tem cara. Esse canalha não está jogando ovo em mim, está jogando nas crianças que estão no palco. Espero que a PM tenha responsabilidade de pegar este canalha e dar um corretivo nele”, reagiu.

Lula precisou de guarda-chuvas para se proteger dos ovos que acabaram atingindo vários simpatizantes que acompanhavam o ato. A caravana já estava sendo acompanhada desde sua chegada por policiais, que chegaram a montar barreiras em frente aos prédios próximos ao palco a fim de evitar possíveis invasões.

O ex-presidente dormiu em um hotel da cidade e manteve a programação, que seguiu para Francisco Beltrão e Foz do Iguaçu, no Paraná. A ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-chanceler Celso Amorim prometem “denunciar” os ataques em entrevista para jornalistas internacionais no Rio de Janeiro.

Vale lembrar que os embargos infringentes interpostos pela defesa do ex-presidente no caso do triplex do Guarujá serão julgados pelo Tribunal Federal da 4ª Região (TRF4) nesta segunda-feira (26.03). Não será alterada a condenação a 12 anos e um mês de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *