A Presidência da República foi autorizada pelo juiz Sérgio Moro a buscar 21 itens que Lula guardava em um cofre pessoal no Banco do Brasil. “Agentes públicos não podem receber presentes de valor e quando recebidos, por ser circunstancialmente inviável a recusa, devem ser incorporados ao patrimônio público” escreveu Moro no despacho.

Esculturas, uma coroa, três espadas e uma adaga estão entre os bens que serão levados de volta.

Lula afirmou que são “tralhas” levadas após deixar o governo e que provavelmente foram confundidas com bens pessoais.

Este post tem 4 comentários

  1. Batedorzinho de carteira barato. Pivete.

  2. O povo brasileiro sofreu o maior golpe político dá história,elegendo esse bandido em nome dá ética… só não está preso ainda porque montou um Supremo para defendê-lo…mas a hora dele vai chegar…

    1. Perfeito !

  3. Pelo visto ele adora uma tralha desde que seja bem cara !!

Deixe uma resposta

Fechar Menu