MORO TEME RETROCESSO NA LAVA JATO APÓS ELEIÇÕES 

O juiz federal Sérgio Moro teme que o resultado das eleições de outubro, para a presidência da República, signifique um retrocesso para as operações de combate à corrupção, especialmente a Lava Jato. Para Moro, o País precisa de lideranças honestas e que possam diminuir a possibilidade de ocorrência de desvio de dinheiro público. 

“Minha ideia principal em relação a isso é, primeiro, a Justiça tem que funcionar. Então, pessoas culpadas têm que ser punidas, segundo o devido processo, mas não só isso é suficiente. Precisamos do exemplo de lideranças honestas e, por outro lado, precisamos de reformas de políticas mais gerais para diminuir os incentivos e oportunidades à corrupção”, disse. 

De acordo com o juiz, ainda existem processos importantes da Lava Jato que precisam ser julgados o mais rápido possível. Segundo ele, existe um temor sobre a possibilidade desses processos não iram a júri por uma decisão política. 

“A dúvida é o que vai acontecer daqui para a frente. Vamos retomar aquela tradição de impunidade ou isso representou uma quebra significativa? Nessa perspectiva existe sempre um risco de retrocesso em relação a esses avanços”, conclui. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *