MORRE CARLOS SPEROTTO, LÍDERANÇA DO AGRONEGÓCIO

Considerado uma das grandes lideranças do agronegócio do RS e do país, faleceu neste sábado Carlos Rivaci Sperotto, presidente da FARSUL (Federação da Agricultura do RS). Ele tinha 79 anos e lutava contra um câncer no aparelho digestivo desde 2016. Sperotto estava internado há 7 dias.

Médico veterinário, Carlos Sperotto presidiu a FARSUL nas últimas duas décadas. Também ocupava, pela terceira vez, a presidência do SEBRAE-RS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no RS) e era vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

No twitter, o governador José Ivo Sartori lamentou o falecimento. “Meu amigo Carlos Sperotto descansou. Um homem à frente de seu tempo, de posicionamento firme, honesto e íntegro, que deixa um legado inestimável para a Agricultura do Rio Grande do Sul”.

Carlos Sperotto foi um líder ímpar. Homem de opinião que não mandava recados, em sua atividade de representação jamais se vergou na defesa intransigente do setor produtivo rural, tendo lutado incessantemente pelos direitos de propriedade do homem rural contra as violações da lei dos governos e do MST, por exemplo. Durante o governo do petista Olívio Dutra (1999 – 2002) no RS foi uma voz forte contra às ameaças dos socialistas à liberdade, não apenas no campo como nas cidades. Deixou sua marca na história

O comando da FARSUL será assumido pelo vice-presidente Gedeão Silveira Pereira, de 68 anos, pecuarista e agricultor, outra importante liderança do agronegócio gaúcho e brasileiro.

O velório de Carlos Sperotto será realizado na sede da Farsul (Praça Saint Pastous, 125, Cidade Baixa), a partir das 21h deste sábado, até a manhã de domingo (24/12) às 11h. Após a cerimônia de despedida na sede da Federação, o corpo seguirá para o Crematório Metropolitano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter