“MORTE AOS FASCISTAS”. PROFESSORA DA UFPEL DESTILA ÓDIO NAS REDES

A professora Rejane Jardim, da UFPEL (Universidade Federal de Pelotas) foi denunciada por estudantes à ouvidoria da instituição por incitação ao ódio. No Facebook dela algumas mensagens surpreendem pelo grau de agressividade. Coisas do tipo “…fascistas tem de morrer um a um…” e “To de saco cheio de pacifismo e bom comportamento… morte aos fascistas”.

Em uma breve passada por seu Facebook fica claro que ela é petista/psolista e defende com unhas e dentes o ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês por corrupção e já cumprindo pena em Curitiba.

“Recomendo em fascistas só avoadora na cara, nos peitos, nas bolas, na alma… fascistas tem de morrer um a um… e me inscrevo para essa missão. To de saco cheio de pacifismo e bom comportamento… morte aos fascistas” escreveu ela em um dos posts.

A reitoria da UFPEL lançou uma nota, que mais parece defender a professora odiosa do que qualquer outra coisa. “Toda conduta que, no âmbito da Universidade, porventura viole o pleno exercício das liberdades de expressão e de cátedra ou restrinja o direito ao livre pensar, será apurada de forma serena e responsável pelos órgãos competentes da Universidade Federal de Pelotas, que não se deixarão pautar por pressões políticas de quem quer que seja”.

A direção da instituição diz ainda que “a liberdade de expressão é um direito fundamental, garantido pela Constituição Federal, sendo um dos pilares das sociedades democráticas. No âmbito universitário, a liberdade de cátedra é imprescindível para que a Universidade cumpra seu papel social, desde que respeitada a pluralidade de ideias. Portanto, a discussão de temas sensíveis, especialmente àqueles referentes à dinâmica política da nação, é não somente permitida, mas também desejável”.

Diante das denúncias e da indignação de boa parte dos alunos, o Ministério Público Federal entrou no caso e pediu explicações, enviando ofícios ao Instituto de Ciências Humanas e à Reitoria da UFPel para que “se manifestem sobre o mencionado comportamento”.

Além da anuência da Reitoria da UFPEL, no próprio Facebook a professora está recebendo solidariedade de outros petistas e psolistas.

3 comentários em ““MORTE AOS FASCISTAS”. PROFESSORA DA UFPEL DESTILA ÓDIO NAS REDES

  • Ela teve um surto psicótico e deveria ser tratada. Os próprios alunos dizem que ela é uma excelente professora, quando se restringe à matéria, mas que, quando fala de política…. sai de perto. Há um vídeo mostrando ela atacando um aluno que tentou discutir com ela.
    Acho que ela deveria se tratar.

    Resposta
  • E o tanto de gente que fala a mesma coisa contra comunistas imaginários? Ah, esses são gente de bem, né?

    Resposta
  • O que me causa estranhesa chamando de facistas quem? O partido de Hitler era o Partido nacional SOVIALISTA e perseguidor de judeus em apoio aos árabes! Qual facção política no Brasil usa o manto do Islamismo degolador! Esta professora e seus chefinhos alinhados as esquerdas deveriam voltar as escolas e se formar novamente pois até aqui não aprenderam nada, nadica de nada a não ser a perverção!! Fora comuna, vá pra Venezuela, Cuba vai!!! Serás feliz!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *