NOVO VAZAMENTO DE DADOS NA NETSHOES ATINGE 2,5 MILHÕES DE CLIENTES

Um documento assinado por um grupo chamado Armada Collective e divulgado na quarta-feira (18.04), indica o vazamento de cerca de 2,5 milhões de dados dos clientes da Netshoes. As informações expostas são as mesmas que já foram divulgados em vazamentos anteriores e contém nome completo, número de CPF, telefone, valor gasto, data da última compra e data de nascimento, além de uma ordem de compra e também a SKU (Unidade de Manutenção de Estoque), que é emitida pela própria Netshoes. 

Os vazamentos começaram no início de 2017, época em que o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios recomendou diversas ações para que a empresa alertasse seus clientes sobre o que estava acontecendo. Por meio de um comunicado, a Netshoes informou que os hackers não conseguiram ter acesso a informações referentes a dados bancários, cartões de crédito ou senhas. ” Foi apurado que não há indícios de invasão ao seu ambiente tecnológico e que todas as medidas cabíveis foram tomadas”, diz um trecho do texto. 

As suspeitas são de que o hacker ‘DFrank’, que já havia enviado documentos anteriores, esteja envolvido nesse novo caso de vazamento de dados. A Netshoes acredita que em 2017 os dados dos clientes foram obtidos por um golpe de phishing, o que consistia no envio de um texto armadilha contendo anúncios atrativos como prêmios ou dinheiro, golpe que levava os clientes a clicar no link e inserir informações pessoais que posteriormente eram roubadas pelos hackers. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *