O “CAPITALISMO” BRASILEIRO E O SOCIALISMO PETISTA – por José Antonio Rosa

O Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Programa de Integração Social (PIS), o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) e o Tesouro Nacional representam 84,3% da estrutura de financiamento do BNDES. Pois foi com estes recursos do trabalhador e dos pagadores de impostos brasileiros que os governos petistas de Lulla e Dilma irrigaram as contas bancárias das grandes empreiteiras, das empresas do Eike Batista, do grupo JBS, dos países bolivarianos e das ditaduras africanas e cubana.

Para termos uma ideia do descalabro com o dinheiro público, na introdução do livro ‘Reinventando o Capitalismo de Estado’, dos professores Aldo Musacchio e Sérgio G. Lazzarini, há o relato de que em maio de 2007, a JBS, um empresa desconhecida no mercado, se tornou a maior processadora de carnes do mundo ao adquirir nos EUA a empresa Swift & Co.

Em setembro de 2009 aumentou o seu poderio no mercado ao comprar a americana Pilgrim’s Pride.

Entretanto, de onde vieram os recursos para essas aquisições? Do BNDES.

A JBS e o grupo EBX foram escolhidas pelos governos petistas como empresas “campeãs nacionais” e, por esse motivo, tiveram acesso a fartos recursos públicos com juros baixíssimos para poder implementar e expandir suas atividades empresarias em detrimento de uma política planejada e realmente razoável de financiamento do desenvolvimento do país.

O resultado dessa promiscuidade do público com o privado trouxe prejuízos irreparáveis à nação em todas as esferas.

No plano econômico podemos observar que atualmente a JBS voltou-se definitivamente para o mercado externo. Segundo informações de Vanessa Adachi, Editora de Finanças do jornal Valor Econômico, a empresa está deixando o Brasil para operar nos EUA. Hoje quase 80% da receita da grupo empresarial é gerado no exterior e nosso país representa pouco mais de 10%.

O grupo aprovou uma abertura de capital na bolsa de Nova York como caminho para definitivamente atuar fora do Brasil. Tanto é verdade que a empresa que vai abrir este capital tem sede na Holanda e se chama JBS Foods Internacional.

Em outras palavras os governos petistas utilizaram dinheiro dos trabalhadores e pagadores de impostos brasileiros para tornar grande um grupo agora americano e holandês. Esse é tipo de “capitalismo” que vem atrasando o país. E o socialismo que, como sempre, prejudica o trabalhador e empobrece a nação.

(José Antonio Rosa é advogado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter