O NAZISMO ERA DE ESQUERDA – por Diego Casagrande

Meu amigo Glauco Fonseca debateu na TVE (Televisão Educativa do RS) com um jornalista petista e militante de esquerda. Saiu-se muito bem. Além de se dizer um homem de direita, fato raro até bem pouco e hoje nem tão incomum, ele justificou que ser de direita hoje é defender a liberdade individual, a economia de mercado e colocar o indivíduo no centro de tudo. Sabidamente a esquerda coloca o coletivo no centro, aniquilando as individualidades e potencialidades de cada um, tornando a todos subjugados pelo Estado. Ou o Grande Irmão, da obra de George Orwell. Inegavelmente regimes de esquerda descambam para totalitarismos genocidas. Mas o ponto alto do debate foi quando Glauco lembrou que o nazismo era um regime de esquerda, apesar da mentira contada há décadas nas salas de aula por professores doutrinadores.

Então vamos começar pelo básico. A agremiação de Hitler se chamava “Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães”. Sua hierarquia política era inspirada no modelo comunista soviético, com a militarização do próprio partido, da juventude, com gritos e saudações efusivos, sem falar nos desfiles e marchas. Na Alemanha nazista a meta era o coletivismo, o indivíduo se resumia a um nada, o livre pensar foi abolido, para empreender era preciso seguir os ditames do Estado (pequenos empresários eram coagidos a se filiar ao partido nazista para poder continuar operando) e foram criadas as SA (milícias paramilitares para agredir e sufocar qualquer oposição). Quer coisa mais esquerdista que isso? A propósito, atualmente as SA estão agindo na tirania de esquerda da Venezuela, onde cidadãos são executados por milícia similar criada e armada por Hugo Chávez, outro ditadorzeco de esquerda.

Outro ponto era a tecnologia de prisão e execução nos campos de concentração nazistas. Ela foi passada pelos comunistas soviéticos aos alemães, que desde a década de 20 tinham os seus, os chamados Gulags (campos de trabalho forçado que misturavam criminosos comuns com os chamados inimigos do regime). A própria propaganda nazista de captação de pessoas para o nacional socialismo e depois o esforço de guerra era quase idêntica à criada pelos comunistas soviéticos (vide foto).

Antes do rompimento total, em muitos momentos Hitler elogiou Stalin publicamente. Ele via o colega ditador de forma positiva, como a busca de purificação do partido comunista de influências judaicas. O expurgo mais conhecido é o de Trótsky.

A questão que normalmente intriga as pessoas é o fato de a Alemanha ter entrado em guerra com a URSS. Isso para muitos explicaria o fato de o regime nazista não ser de esquerda. Ledo engano e muitas vezes manipulação mesmo. O fato de ter lutado contra os comunistas não torna o nazismo de direita. O fato de se autoproclamar anticomunista não muda que o nazismo era irmão siamês do comunismo na prática. O nazismo era antiliberal e detestava a economia de mercado, bem como as chamadas democracias liberais da época. Assim como os comunistas, os nazistas perseguiram minorias, impediram a livre manifestação religiosa e controlaram a economia. Tinham ojeriza de iniciativas individuais. Tudo deveria passar pelo crivo do Estado. Alemanha e URSS fizeram até um pacto secreto de não agressão e divisão da Polônia, depois quebrado por Hitler e considerado seu maior erro na 2ª Guerra. Mas isso pouco contam nas salas de aula. Stalin e Trótski tornaram-se inimigos mas ambos eram comunistas. O primeiro mandou executar o segundo, que tinha no currículo a criação e organização do Exército Vermelho. Stalin virou de direita agora?

Os dois sistemas ideológicos – ambos de esquerda – liquidaram o indivíduo. E no século passado o comunismo especificamente gerou mais de 100 milhões de cadáveres. Pode-se também agregar o fascismo italiano neste rol. Todas estas ideologias totalitárias e de esquerda aniquilam as liberdades individuais, o mercado, o pensamento, a religiosidade, o ser humano. Acontece que após a II Guerra Mundial a esquerda marotamente tentou se distanciar do nazismo e antagonizá-lo. Mas hoje com a informação plena circulando na internet e nas redes a verdade começa a aparecer com força total.

Fique atento para os partidos de esquerda no Brasil. O sonho de todos eles sempre será a hegemonia total e o aniquilamento das liberdades individuais.

8 comentários em “O NAZISMO ERA DE ESQUERDA – por Diego Casagrande

  • Alguns comentários:
    Em minha opinião, a melhor tradução para o partido de Hitler seja “Partido dos Trabalhadores Alemães SOCIALISTA NACIONALISTA.” NSDAP = Nazional Sozialistische Deutschen Arbeitern Partei.
    Por tudo que tenho ouvido e lido, tratava-se de um partido ESTATIZANTE, o que não o coloca automaticamente à esquerda na ferradura político social. Esquerda e direita defendem estatização, expropriação e controle pelo estado.
    O oposto à esquerda, minha opinião, é o mesmo que o oposto à direita: livre mercado, baixa tributação e estado enxuto.

    Resposta
    • mera retórica falaciosa… partido dos trabalhadores é contra o patrão e a meritocracia, e fim de papo.

      Resposta
  • Interessante como a Direita e a Esquerda tentam se afastar da associação com o Nzzismo hoje em dia….

    Nazismo é esquerda? Sera que o redstor desta materia nunca leu Nunca leu “Minha Luta” de Hitler? Nunca viu e ouviu um discurso de Hitler? Leia o líder máximo do nazismo antes de falar coisas sem fundamento. Ele odiava esquerda. Perseguia e executava comunistas. Fez um ma guerra de extermínio contra URSS comunista (e perdeu). Generais nazistas sonhavam, nos últimos dias da guerra em 45 com possível aliança com EUA e na Inglaterra para combater o “real inimigo”, o comunismo. Por favor, leia antes de falar absurdos. Deveria ser crime enganar intencionalmente a populaçao! Leitor, leia o paragrafo do livro do maldito Hitler, pagina 361;

    Resposta
    • Acredito que vc está um pouco equivocado, pois no discurso de Hitler em Munique no ano de 1936 para centenas de milhares de jovens ele disse, que eles iriam viver uma nova era, que não teriam patroes, e que eles Hitler e seus comandados , passariam, e deixariam uma nova Alemanha. Sabe-se que os Nazistas, montaram seu serviço de Repressão e Inteligência, com a ajuda da KGB. Dos Campos de Concentração basearam-se nos Gulag’s. Mas a briga entre os dois Tiranos é normal, um quer acabar com o outro. Stalin no expurgo de 36 mandou eliminar em processos fraudulentos, todos os opositores, e possíveis opositores, estima-se em 3 milhões de execuções, inclusive a de Bacunin. Hitler fez isso com as SA, e seus opositores. Mas todos tinham algo em comum, o Socialismo. Na verdade o Nazismo, o Fascismo e o Comunismo são irmãos.

      Resposta
    • Tudo verdade. Assistam o documentário The Soviet Story e tirem suas proprias conclusões. Este comentário tem depoimentos de russoa, alemães e europeus diversos, com apresentação de documentos oficiais alemães e russos.
      https://www.youtube.com/watch?v=FdfCHrBhiu8

      Resposta
  • Parabéns pela capacidade de esclarecer as mentiras que são repetidas pelos incautos. Por favor, pessoal que não concordou com a matéria, não é por que o Hitler falou ao microfone que era contra a esquerda que o transformaria de direita. Hitler proferia as mesmas mentiras que a esquerda brasileira profere hoje. O Lula, só pra pegar o exemplo mais eminente, sempre falou que era contra os empresários. Isso o torna a favor dos “trabalhadores”? Não. Ele foi a favor do Eike, do Joesley, dos Odebrecht, e tantos outros políticos como Sarney, Calheiros etc.. Para os trabalhadores sobraram a recessão e o desemprego, além de uma economia e sistema judiciário em frangalhos. Sem contar que apoiava Hugo Chávez na Venezuela e quase transformou o Brasil numa ditadura, tipo “Bolivariana”.
    Portanto, Hitler sempre mentiu e manipulou o povo alemão, ajudado por Joseph Goebbels, o responsável pelo marketing e publicidade do nazismo. E, vocês acreditam nos discursos deles?

    Resposta
  • Prezado Diego, nas suas palavras todo e qualquer regime totalitário será sempre de esquerda? É isso?
    Movimentos de extrema-direita valem-se das mesmas políticas tão comuns aos movimentos esquerdistas. Ok. Perfeito.
    Entretanto, enquanto um sujeito liberal é compreendido como uma pessoa de direita, tolerante e favorável aos direitos individuais, um sujeito de extrema-direita, não!
    O regime nazista, sem dúvida, compartilhava idéias similares ao comunismo. Só que perseguia todos aqueles que se identificavam com movimentos de esquerda, como intelectuais e artistas da época.
    Hoje, com o enfraquecimento da ladainha oprimido e opressor, a esquerda é apoiada não mais por “trabalhadores e operários”, mas por aquilo que chamamos de “minorias sociais”. E estas minorias são justamente aquilo que a extrema-direita odeia e persegue. Ora, como podem nazistas e supremacistas brancos serem de esquerda?! Ah, mas eles, no final das contas, aniquilam o individualidades, subjugam tudo pelo Estado. Sim, pois são de EXTREMA-direita.
    Parece-me que uma coisa é uma coisa. Outra coisa é outra coisa.
    Grato pela atenção.

    Resposta
    • Em seu discurso percebe-se claramente que é tendencioso , generaliza tudo e nao refuta nada , justamente ao contrario , ao inves de entrar em uma reflexão , tende a generalizar como se tudo de ruim fosse direita e os ideais da esquerda fossem obsoletos e perfeitos . A partir do momento em que Hitler queria a extinção de seus inimigos (nao dando espaço para divergencias) , percebemos que isso é o que se prega em todo o movimento da esquerda :vitimismo , agressoes gratuitas , invasoes , etc… Supremacia branca e perseguiçoes às minorias? percebeu que hoje em dia falar que é de direita tornou-se um paradigma? em manifestaçoes de direita um esquerda passa e faz o que quer , em manifestaçoes de esquerda é destruiçao de patrimonio e agressoes a quaisquer que nao concordem com o “movimento” …. Sem mais.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter