PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS AFETOU 82% DAS LOJAS VIRTUAIS

Uma pesquisa realizada pela Loja Integrada apontou que mais de 82% das plataformas de e-commerce foram afetadas pela greve dos caminhoneiros. O levantamento foi realizado junto a 448 lojistas que vendem seus produtos em plataformas virtuais ao redor do País. 

De acordo com os dados, 71,9% dos entrevistados afirmaram que as manifestações impactaram diretamente o envio das encomendas para os consumidores. Destes, 53% dos lojistas sofreram com atrasos e 83% registraram uma grande queda nas vendas de seus produtos online. 

Os números também mostraram que 23,8% dos comerciantes virtuais tiveram pedidos cancelados, sendo que a maior parte deles aconteceu em São Paulo, com 48,1% do total das entregas anuladas. Alfredo Soares, da Loja Integrada, recomenda que os comerciantes se preparem para enfrentar situações como essa a fim de evitar o comprometimento de seus negócios em casos de imprevistos. 

“O lojista precisa estar preparado para informar seu cliente sobre a demora, oferecer novos prazos, além de preparar o atendimento para possíveis perguntas e reclamações.  Uma boa dica é usar as redes sociais para se comunicar com seus consumidores, investir em novas formas de envio ou parcerias, além de oferecer um cupom de desconto para uma próxima compra, por exemplo, mas sem prejudicar o bem-estar financeiro da loja”, destaca ele. 

As paralisações dos caminhoneiros fizeram a Ebit, que examina os dados do comércio eletrônico brasileiro, reduzir a expectativa do crescimento para o setor no mês de maio, que passou de 20,7% para 13,3% em comparação com o mesmo período do ano passado. Nesse cenário, o faturamento do varejo eletrônico teve uma perda estimada de R$ 280 milhões. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *