POLÍCIA CHINESA PRENDE FUGITIVO COM AJUDA DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A polícia chinesa usou, na semana passada, um sistema de inteligência artificial para prender um fugitivo da justiça em meio a uma multidão. De acordo com informações do The Next Web, o sistema de reconhecimento facial foi capaz de encontrar um foragido entre outras 60 mil pessoas. 

O homem, que não foi identificado, teria se deslocado cerca de 100 km para assistir a um show do cantor Jacky Cheung, em Nanchang, no leste da China, com a esposa e amigos. Ele tem 31 anos e era procurado por “crimes econômicos”, que podem ir desde contrabando até a fraude tributária. 

A prisão só foi possível porque a China conta com uma rede de vigilância composta por 170 milhões de câmeras espalhadas por todo o seu território, assim, quase todos os habitantes estão sendo vigiados o tempo todo. Esse sistema atua, além da busca de fugitivos, no registro de imprudências e também na aplicação de multas para crimes leves, como atravessar um cruzamento de modo indevido, por exemplo. 

Esse monitoramento faz parte de um modelo que está em fase de teste na China. Nesse sistema, o governo consegue observar seus habitantes e, por meio de uma base de dados, avaliar o comportamento do cidadão, que caso não seja adequado com o que o governo impõe, resultará em punições. A punição pode variar dede uma multa até a restrição de direitos, como andar em transporte público e avião. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *