POLÍCIA FEDERAL ENCONTRA 2 MIL CODINOMES RELACIONADOS A ODREBRECHT

Peritos criminais da Polícia Federal de Curitiba acharam uma lista contendo dois mil codinomes relacionados a propina na Odebrecht nos sistemas Drousys e Mywebday. As informações estavam hospedas em datas center na Suíça e Suécia. 

O material é vasto e contém e-mails que tratam sobre solicitações de pagamento a políticos e a membros da administração pública identificados pelos codinomes. Além disso foram identificados recibos de depósitos, mensagens entre funcionários da empresa e os responsáveis pelo pagamento das propinas e planilhas com informações sobre os repasses relacionados a mais de 100 obras em 10 países diferentes. 

Os 10 peritos especializados em informática ou contabilidade trabalham em um ambiente fechado, trancado com identificação biométrica e não tem qualquer relacionamento com investigações de fora do local. Enquanto os especialistas em informática encontram, desbloqueiam e organizam as informações, os contabilistas são responsáveis por interpretar os dados e produzir alguns laudos que servem para responder questionamentos das partes interessadas nos processos. 

Até este momento da operação esses peritos já produziram 2 laudos a pedido do juiz Sérgio Moro e quatro a pedido de investigadores que conduzem inquéritos relacionados a políticos e que são investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 

(Equipe do Site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *