POUPANÇA TEM MAIOR CRESCIMENTO PARA MARÇO DESDE 2013

 

Dados divulgados pelo Banco Central (BC) mostram que, após dois meses de retirada, a poupança voltou a registrar captação positiva com a entrada líquida de R$ 3,977 bilhões, melhor resultado para o mês de março desde 2013, quando os valores somaram R$ 5,960 bilhões. Os números também indicam ser promissores se forem considerados as somas dos últimos 12 meses, que totalizam um saldo positivo para a caderneta de R$ 32,597 bilhões.  

Apesar do resultado positivo, as retiradas ainda são maiores do que as entradas, com a caderneta da poupança totalizando R$ 1,931 bilhão no ano em saques líquidos. Apesar disso, esse foi o melhor resultado para o período desde 2014, quando a aplicação tinha registrado captações líquidas de R$ 5,39 bilhões.  

Em 2015, com o início da recessão econômica, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrirem dívidas, um cenário que rendeu a maior retirada líquida da história, com R$ 53,57 bilhões. Já em 2016, o os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões e em 2017 a tendência se inverteu e a caderneta teve um ingresso líquido total de R$ 17,126 bilhões, valor impulsionado pela entrada recorde de R$ 19,373 bilhões em dezembro.  

Nesse mês de março, os bancos que aplicam recursos da caderneta de crédito imobiliário mostraram entrada líquida de R$ 2,852 bilhões. Já as instituições que disponibilizam recursos para o crédito rural somaram um valor de R$ 1,125 bilhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *