PRESIDENCIÁVEIS ARRECADAM COM CROWDFUNDING 

Os pré-candidatos à presidência da República estão arrecadando suas verbas de campanha através do financiamento coletivo pela internet. De acordo com a revista exame, os sete presidenciáveis que já lançaram suas plataformas somam juntos R$ 861,8 mil em doações. 

Até agora, o pré-candidato que mais arrecadou verbas por meio do crowdfunding foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), recebendo cerca de R$ 390,8 mil de 4.228 apoiadores. Depois de Lula, João Amoêdo (Novo) é o segundo da lista, conseguindo aproximadamente R$ 273,8 mil. Em terceiro na lista está Álvaro Dias (Podemos), com cerca de R$ 19 mil arrecadado. 

Para Adriano Oliveira, cientista político da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o valor é baixo e reflete o momento de insegurança do eleitor. Segundo ele, a prática só vai ter sucesso no Brasil quando o povo se sentir representado pelos seus políticos e que, no momento, isso está longe de acontecer. 

“As polêmicas de corrupção fizeram com que o eleitor colocasse os políticos em um saco só, reproduzindo todos como semelhantes. Quando não há confiança na política, não existe razão para financiá-la”, comenta. 

Victor Trujillo, coordenador do curso de marketing eleitoral da ESPM-SP, diz que a situação econômica do país está refletindo no baixo valor das doações. “Em um cenário de PIB positivo, prosperidade e crescimento da atividade econômica, teríamos um eleitor mais simpático. Para pedir que brasileiro tire a mão do bolso agora é necessário um candidato extremamente compromissado com os eleitores. É o modelo ideal, mas na hora errada”, finaliza. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *