PRESIDPRESIDENCIÁVEIS PAGAM PARA ATINGIR ELEITORES DE CONCORRENTES NO FACEBOOK   

 

Um levantamento produzido pelo InternetLab, centro de pesquisa independente em Direito e Tecnologia, mostrou que os candidatos à presidência da República pagam para atingir eleitores de seus adversários políticos com anúncios na rede social Facebook. O relatório “Você Mira”, mapeia postagens que utilizam o microdirecionamento para alcançar classes específicas. 

A equipe de Manuela D’ávila, por exemplo, que agora desistiu da candidatura, direcionou suas postagens para pessoas jovens e com interesses em feminismo, movimento social, ativismo, comunidade LGBT, caridade e causas, voluntariado e filantropia. Lula focou no nordeste e Marina Silva nos curtidores da página “Quebrando Tabu”. 

Para Francisco Brito Cruz, diretor do InternetLab e autor do relatório, as eleições precisam ser transparentes. “Para a sociedade, é importante saber como o impulsionamento é usado pelas campanhas. Esse relatório dá um primeiro retrato de como ele servirá de estratégia política. A ideia é trazer transparência para a estratégia e, depois, discutir suas consequências”, fala. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *