RECEITA COM STREAMING DE MÚSICA SUPERA VENDAS FÍSICAS PELA PRIMEIRA VEZ

Um relatório divulgado pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI) indica que as vendas de músicas em plataformas digitais superaram pela primeira vez na história as vendas físicas e de downloads. Os dados mostram que o crescimento geral do mercado musical foi de 8,1% em 2017, com uma receita total de US$ 17,3 bilhões. 

Os serviços de streaming tiveram crescimento recorde de 41,1%, sendo responsáveis por 38% da arrecadação total do mercado musical em 2017, ante os 29% registrados em 2016. De acordo com a IFPI, a rápida expansão e popularização de serviços como Spotify e Apple Music, foram responsáveis pela recuperação da indústria fonográfica mundial.  

Segundo o relatório, América Latina e China foram as que mais tiveram crescimento geral das receitas com música, com 17,7% e 35,3% respectivamente. Líderes da indústria musical afirmaram que o crescimento dos streamings é importante porque permite que a indústria alcance novas regiões ao redor do mundo e ainda colabora para diminuir a música pirateada. 

Mesmo com os bons números, as receitas de 2017 ainda representam apenas 68,4% do que foi arrecadado em 1999. Frances Moore, presidente-executivo da IFPI disse que os governos precisam tomar medidas para dar mais estrutura para aqueles que criam e investem na música.“As coisas parecem boas, mas há uma falha estrutural no sistema. Até que consertemos, será sempre uma luta”, conclui. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *