REFORMA DA PREVIDÊNCIA DEVE FICAR PARA ANO QUE VEM

Vários congressistas afirmam que a votação da Reforma da Previdência, prioridade dos governos Temer e Bolsonaro, deve mesmo ficar para o ano que vem, após a posse do novo mandatário. Isso porque o atual governo ainda está muito desgastado com o Congresso Nacional e atual proposta não tem apoio popular.

Ainda não se sabe qual o modelo de previdência que será apresentado pela nova gestão, mas o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou que gostaria de ver, pelo menos, alguns pontos do projeto de Michel Temer sendo aprovados, como o estabelecimento de uma nova idade mínima. O projeto atual encontrou resistência no Congresso, mesmo tendo vários pontos que foram amenizados.

De acordo com os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é muito difícil que qualquer projeto importante seja votado ainda em 2018, muito pelo pouco tempo que ainda resta para a votação nas duas casas. Outro ponto importante é a renovação que irá ocorrer no Congresso a partir do ano que vem, com mais deputados aliados à direita.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *