RELATÓRIO DO IIF APONTA RISCOS ECONÔMICOS PARA PAÍSES EMERGENTES

Um relatório divulgado na terça-feira (01.05) pelo Instituto Internacional de Finanças (IIF), que reúne os 500 maiores bancos, aponta que os riscos para a economia dos países emergentes se elevaram em meio a uma mudança econômica global.  De acordo com o relatório, essa mudança é impulsionada por fatores como o processo de elevação das taxas de juros do banco central dos Estados Unidos, o Federal Reserve (Fed), que tem afetado o mercado de câmbio de grande parte dos países emergentes.  

Outro fator responsável pelo aumento dos riscos é o crescimento dessincronizado da economia mundial, que tem os EUA como um país que está se expandindo muito acima de outras regiões do mundo, o que é refletido em estímulos fiscais. Desse modo, esse fator em conjunto com a elevação das taxas do Fed, faz com que o dólar se valorize e dificulte ainda mais a economia de países dependentes de financiamento externo. 

Diante desse cenário, o relatório do IIF afirma que os países emergentes tendem a interferir no mercado de câmbio de forma não linear e acredita que as intervenções oficiais feitas pelos bancos centrais de diferentes regiões pode ser uma alternativa para manter a estabilidade em tempos de grande volatilidade nas moedas. Entre os países que mais vem sofrendo pressão para a desvalorização de sua moeda se destacam Argentina, Turquia, Hong Kong, Brasil e Indonésia. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *