STREAMING CORRESPONDE A 75% DA RECEITA DO MERCADO MUSICAL

Um estudo produzido pela Recording Industry Association of America (RIAA) que representa as gravadoras norte-americanas no mercado da música, indicou que a tecnologia de streaming já corresponde a 75% da receita desse mercado. Esse dado inclui os serviços Spotify, Deezer, plataformas de rádio digital e canais como o Vevo.

De acordo com o levantamento, os serviços de streaming foram responsáveis pela movimentação de US$ 3,4 bilhões na primeira metade de 2018 nos EUA. Além disso, aproximadamente 1 milhão de novos usuários aderem a esse tipo de tecnologia para ouvirem músicas todo o mês, o que representa o maior crescimento já registrado em toda a história da indústria da música.

Em contrapartida e como já esperado, a distribuição de outras formas de conteúdo musical estão diminuindo. A venda de CDs, por exemplo, caiu cerca de 41% quando comparado com o mesmo período do ano anterior, assim como o download de músicas pagas que sofreu u declínio de 27% nos últimos 12 meses.

No entanto, mesmo com a tecnologia dominando o cenário da música, está difícil para os novos músicos emplacarem no mercado. “De acordo com dados da Nielsen, mais de 70 mil álbuns diferentes foram lançados no primeiro semestre de 2018. Encontrar uma audiência no meio de tantas opções […] é crítico para o sucesso”, diz a RIAA.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *