Temer vai cair. Aécio será preso. E Lula e Dilma?

Quando o sistema político brasileiro corrupto e apodrecido começa a ruir de fato, com a queda de seus principais próceres, devemos festejar. Não se cura o câncer sem extirpar os tumores.

O país sofrerá a instabilidade mas ficará mais limpo com o tempo.

É um duro golpe no sistema, que tentava se recuperar e continuar roubando dos brasileiros.

No entanto, não se iludam. Que os envolvidos na delação da JBS são corruptos todos sabemos, incluindo os próprios donos da empresa, que fizeram delação premiada. Que o núcleo do poder está com septcemia, não resta dúvida. Que deveriam estar todos presos, parece ser senso comum dos brasileiros que não aguentam mais tanta roubalheira.

Mas qualquer limpeza que se possa desejar na vida política brasileira só será verdadeira se o homem que propiciou o agigantamento da corrupção a níveis insuportáveis for punido pela Justiça. Se isso não ocorrer, terá sido uma “meia” limpeza.

Lula continua solto e o sistema capitula em relação a sua prisão, mesmo depois de sabidamente ele e sua comparsa Dilma “Iolanda” Rousseff terem obstruído vergonhosamente a Justiça.

Foi nos governos Lula/Dilma que a JBS abocanhou mais de R$ 8 bilhões do BNDES, dinheiro nosso, para distribuir à classe política brasileira fétida.

Lidar com dinheiro vivo em malas não é o único crime passível de prisão. Conspirar contra a lei e a Justiça é tão grave quanto.

Então, quando serão presos?

O ministro Fachin do STF afastou Aécio Neves, presidente do PSDB, do mandato de senador. Tomara que o plenário da corte confirme a prisão. A irmã dele, que está no exterior, foi presa.

Temer deve renunciar para o bem do país e garantia da paz social. A conversa na qual afiança a compra do silêncio de Eduardo Cunha é também obstrução de Justiça.

O Brasil balança. A República se esvai. Estamos à beira de uma crise institucional.

3 comentários em “Temer vai cair. Aécio será preso. E Lula e Dilma?

  • Diria que já estamos na crise institucional. Como sou monarquista, não por falsas esperanças, mas por observação e com uma convicção tranquila sobre o retorno do Brasil ao seu rumo original, não tenho a menor expectativa de que na república falida haverá estabilidade política confiável, mesmo passada esta crise e terminada a Lava Jato com todas as justiças feitas.

    Resposta
  • Diria que já estamos na crise institucional. Como sou monarquista, não por falsas esperanças, mas por observação e com uma convicção tranquila sobre o retorno do Brasil ao seu rumo original, não tenho a menor expectativa de que na república falida haverá estabilidade política confiável, mesmo passada esta crise e terminada a Lava Jato com todas as justiças feitas.

    Resposta
  • ainda bem que a nossa policia não e partidária se dependêssemos da visão de alguns que achavam que tirando a o PT o problema estava resolvido.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Assine nossa Newsletter