VENDAS DO MERCADO IMOBILIÁRIO CRESCERAM 22,3% NO PRIMEIRO TRIMESTRE

O estudo “Indicadores Imobiliários Nacionais” realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em parceria com o Senai Nacional e divulgado na quarta-feira (30.05), indica que as vendas de unidades residenciais cresceram 22,3% no primeiro trimestre de 2018 se comparado ao mesmo período do ano anterior. Apesar disso, o valor não foi suficiente para estimular as empresas a lançarem novos empreendimentos. 

De acordo com o balanço, os lançamentos tiveram queda de 30,7% nos três primeiros meses do ano, com as vendas representando 57,2% do total no setor, o que equivale a 14.138 unidades. José Carlos Martins, presidente da CBIC, afirma que o fato das vendas superarem os lançamentos gerou uma redução expressiva do estoque no fim do trimestre, sendo que a oferta de unidades residenciais foi 14,8% menor em março se observado os números para o mesmo mês em 2017. 

“Esse resultado mostra que temos um mercado imobiliário ansioso por comprar imóveis, porém não estamos conseguindo entregar os produtos adequadamente. Em nossa leitura, isso é um problema de falta de crédito”, analisa. 

No primeiro trimestre deste ano foram vendidas 24.712 residências, quantidade que supera às 20.209 unidades de 2017. Para Celso Petrucci, presidente da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC e responsável pelo estudo, esses números refletem uma expectativa positiva na comercialização de imóveis em 2018, o que acontece após cinco anos de crise.  

“O mercado de lançamentos e vendas depende muito da confiança que se tem no País, tanto do incorporador imobiliário quanto das pessoas para quem são ofertados esses produtos. O que percebemos é que a confiança dos consumidores está maior do que a confiança dos incorporadores”, conclui.  

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *