VICES NÃO ATRAEM VOTOS NOVOS, DIZEM ESPECIALISTAS   

 

Analistas afirmam que os candidatos à presidência da República escolheram vices que não atraem votos novos. Para o professor e cientista político da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Marco Antônio Teixeira, por exemplo, as decisões foram tomadas em cima da hora e não surpreenderam o eleitorado. 

“De uma maneira geral, não agregou muito. Não há um vice que te leve a um lugar onde você não chega, que crie uma conversa com quem os candidatos já não conversavam”, comenta. 

De acordo com Marco Aurélio Nogueira, coordenador do Núcleo de Estudos e Análises Internacionais da Universidade Estadual Paulista (Unesp), as escolhas tomadas pelos atuais candidatos foram totalmente baseadas em apoios futuros. “Todos tiveram essa preocupação, que não foi possível em vários casos por uma espécie de esgotamento das possibilidades”, afirma. 

Segundo Teixeira, o único candidato que quebrou pontes foi Ciro Gomes (PDT) ao se aliar com Kátia Abreu, que representa o agronegócio. No entanto, em alguns quesitos, principalmente de comportamento, os dois se assemelham. 

“Do ponto de vista de recursos como tempo de TV e fundo eleitoral, não soma, apesar da notoriedade da Kátia. Além disso, é um perfil parecido, com língua afiada”, conclui. 

(Equipe do site)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *