Uma pesquisa do Movimento Todos pela Educação identificou que 29% dos professores da educação básica exercem outras atividades fora das escolas para complementar a renda. De acordo com o estudo, os professores conseguem uma média de R$ 439,72 mensais a mais na renda recorrendo aos “bicos”. 

De acordo com uma professora que não se identificou, em entrevista para a revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios, o salário para professores do nível básico não é suficiente para bancar as despesas domésticas. Segundo ela, que vende produtos de beleza nos intervalos das aulas, uma atividade extra é necessária. 

“O salário está sempre no limite, pago as contas básicas e não sobra dinheiro para nada. Infelizmente não consigo exercer só a minha profissão para ter uma boa condição financeira. É cansativo, porque tenho de me organizar para ir buscar produtos e oferecer sempre aos colegas”, conta. 

Priscila Cruz, do Movimento Todos pela Educação, diz que a porcentagem dos professores de escolas particulares que procuram outras atividades é maior do que os que lecionam em escolas públicas. “Há uma visão de que a escola particular é de elite, mas os dados mostram que a realidade da maioria não é essa”, finaliza. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu