Uma pesquisa divulgada na terça-feira (24.07) pelo Comitê Gestor da Internet (CGI.br) indicou que 39% de todos os domicílios brasileiros ainda não possuem nenhuma forma de acesso à internet. A TIC Domicílios 2017 estima que sejam mais de 27 milhões de residências não conectadas no País.  

De acordo com os dados, as classes D e E são as que mais sofrem com o problema da falta de acesso à internet, com 70% dos domicílios não tendo nenhuma forma de conexão. Por outro lado, na classe C o número de residências conectadas à alguma forma de internet é de 68%, passando por 93% na classe B e registrando a marca de 99% na classe A. 

Segundo o gerente do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), Alexandre Barbosa, o alto preço da conexão banda larga e a dificuldade do uso do celular para tarefas como digitação de textos colaboram com o baixo percentual. Além disso, ele chama atenção para a falta de interesse e o desconhecimento sobre o uso da internet, que também colaboram com o patamar. 

“Isso nos remete a uma problemática que o Brasil precisa enfrentar relativa a políticas públicas seja na área de inclusão digital de uma forma mais ampla, seja nas políticas educacionais para desenvolver essas habilidades digitais”, finaliza. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu