A petroleira estatal da Bolívia, YPFB, está estudando a possibilidade de comprar uma fatia da Petrobras em um gasoduto que liga os dois países. A brasileira detém 51% do empreendimento que é responsável por levar gás natural boliviano da fronteira entre os países até São Paulo. 

Nesse cenário, a YPFB disse que a ampliação de sua atual fatia de 12% no gasoduto a permitiria negociar diretamente com as empresas distribuidoras de gás natural e com indústrias do setor privado, diferentemente do que acontece agora, já que a Petrobras tem a maioria do gasoduto. 

A Petrobras apontou que o acordo vai proteger condições competitivas, além de encorajar novos participantes a entrarem no mercado de gás natural, mas não deixou claro quando ou como realizará as vendas dos ativos. A estatal ainda afirmou que muitos pontos da proposta precisam ser analisados para que ela seja concluída com êxito para os dois países. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu