O Brasil deve aproveitar a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno para acelerar o crescimento do seu Produto Interno Bruto, informou uma analista da agência de classificação de risco S&P Global Ratings. Nesse cenário, será preciso acelerar o ritmo de crescimento do País.

“Sem dúvida, a aprovação da reforma da Previdência é um passo importante para desacelerar o crescimento da relação dívida/PIB, mas o Brasil segue com um nível de atividade econômica inferior aos de países com o mesmo rating”, disse Livia Honsel, analista principal para Brasil da S&P, em entrevista por telefone.

Segundo a executiva, a S&P vai esperar as demais votações do Congresso Nacional sobre o texto da reforma previdenciária para conseguir calcular com êxito os benefícios da reforma. “A reforma da previdência desacelera o aumento da dívida, mas são necessários mais indicadores para dar segurança de que o país entrou num melhor cenário de sustentabilidade fiscal”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu