A China acabou sinalizando que pode permitir mais importações de carne de gado do Brasil após negociações de alto nível marcadas para maio. Foi isso que afirmou o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, nesta segunda-feira (15.04), para a Agência Reuters.

“Acreditamos que, através da cooperação dos ministérios da Agricultura dos dois países e seus departamentos de inspeção de qualidade, mais produtos agrícolas e animais brasileiros possam ser importados para o mercado chinês”, disse Yang.

O embaixador, no entanto, se recusou a comentar sobre quantas plantas de processamento de carne poderiam ser aprovadas para exportar para a China, mas afirmou que que a questão será discutida quando a ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina, viajar para a China em maio. Independentemente de um acordo ser fechado, Yang disse que a demanda chinesa por soja brasileira permanece estável. “Eu pessoalmente acho que não há necessidade de se preocupar”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu