A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou, nesta terça-feira (27.11), que o Índice de Confiança da Construção (ICST) chegou a 84,7 pontos, se configurando como o maior índice em quatro anos. De acordo com a coordenadora de projetos da construção da FGV/IBRE, Ana Maria Castelo, o número teve alta de 2,9 pontos quando comparado ao mês de outubro.

“Nos três últimos meses, as expectativas de recuperação da demanda e de melhoria dos negócios no curto prazo aumentaram a confiança dos empresários do setor, um movimento que foi impulsionado com o desfecho das eleições. Paralelamente, o indicador de atividade mostra uma retomada ainda muito lenta, mas que já começa a repercutir sobre o emprego”, comenta.

Além disso, as informações divulgadas pela FGV também indicam que o mês de novembro também trouxe melhora nas perspectivas de curto prazo. O Índice de Expectativas (IE-CST) subiu 4,8 pontos, para 95,8 pontos, retornando ao nível de janeiro deste ano. Nesse cenário, a confiança do consumidor também demonstrou melhora ao atingir o melhor nível em quase quatro anos e meio.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu