Dados divulgados a partir da pesquisa Tech Impact ’19, realizada pela IQBlade junto à lista do Sunday Times Fast Track 100, indicou que aquelas empresas que usam o chamado business intelligence (BI) em suas plataformas de gestão vendem, em média, 24% mais. De acordo com Ana Paula Thesing, CMO da BIMachine, o uso da inteligência de dados otimiza os resultados das empresas.

“Segundo o relatório, quem tem capacidade de reconhecer padrões e tendências em dados consegue usufruir melhor as oportunidades do mercado, além de minimizar o risco de perdas e ameaças em cenários futuros – no que o estudo credita não só o BI, mas também o business analytics (BA)”, escreveu a especialista em um artigo publicado no portal itforum365.com.br.

Ainda de acordo com ela, o estudo concluiu que, quanto mais investimentos são feitos em plataformas de BI, mais alto pode ser o impacto positivo nas receitas das organizações já em um curto prazo. “Não é novidade que o investimento em dados, ferramentas de coleta e análise, bem como alicerces de gestão embasados em sistemas especializados de data analysis é um dos ingredientes predominantes na receita para o sucesso em um mundo movido a informação”, indica.

“A questão não é mais se, e sim quando, investir em tais tecnologias. A cultura de dados está aí, e a melhor resposta para a sentença acima é: agora”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu