A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou que o Ministério Público (MP) irá pedir que políticos com a ficha devolvam para os cofres públicos os recursos utilizados do Fundo Eleitoral e do Fundo Partidário para o financiamento da campanha. Além disso, o MP deve pedir a impugnação de candidaturas de qualquer um que esteja enquadrado na Lei da Ficha Limpa. 

“Recursos públicos que financiam a campanha eleitoral só podem ser utilizados por candidatos elegíveis. Os inelegíveis que gastarem recursos públicos do contribuinte para financiar suas campanhas terão de devolver esses recursos. A disposição do Ministério Público é de cobrar essa devolução, promovendo o ressarcimento aos cofres públicos do financiamento de candidaturas de pessoas inelegíveis”, informou. 

Quando perguntada sobre o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Dodge diz que o MP irá trabalhar com seriedade para que ocorra somente candidaturas justas e dentro da lei. Segundo ela, o cumprimento da ficha limpa ocorrerá em todos os âmbitos, desde as prefeituras até o Planalto.

“O MPE (Ministério Público Eleitoral) irá fazer isso. E adotará modos de atuação uniforme, em todo o País, seja o caso de candidatura pra cargo do Poder Executivo, ou Poder Legislativo. Tanto no âmbito estadual quanto no âmbito federal, nossa posição é uniforme”, finaliza Dodge. 

Deixe uma resposta

Fechar Menu