A secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia, Marisete Pereira, afirmou que o governo deve deixar a privatização da Eletrobras para ser encaminhada no ano de 2020. De acordo com ela, a equipe do Ministério está reavaliando o sistema de capitalização e não haverá tempo de realizar a operação ainda este ano.

“Essa é uma pauta prioritária do ministério. É certo que faremos a capitalização”, disse Pereira. “O ministro já afirmou que o processo está mantido. O que estamos discutindo é o modelo, como fazer. Pelo que vejo, deve ficar para 2020”, completa.

Com isso, a equipe do ministério da Economia decidiu retirar a receita de R$ 12 bilhões que estava prevista no Orçamento da União de 2019. “Não dava para manter [no Orçamento] porque o projeto foi arquivado pelo Congresso. Não é mais uma receita prevista. Temos agora de enviar um novo projeto”, comenta ela.

“A gente só precisa de um marco legal permitindo que as usinas que hoje operam no regime de cotas possam gerar energia pelo sistema de produção independente [livre mercado]. O restante a gente pode resolver no ministério”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

Fechar Menu